GNR

Comunicado

  Operação Censos Sénior 2017 – Resultados

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realizou, durante todo o mês de março e em todo o território nacional, mais uma edição dos “Censos Sénior”, que visa identificar a população idosa que vive sozinha e/ou isolada, com o objetivo de atualizar os registos das edições anteriores e identificar novas situações. Durante a operação foram ainda realizadas diversas ações de sensibilização para que esta população adote comportamentos de segurança que permitam reduzir o risco de se tornarem vítimas de crimes, com especial enfoque na divulgação de conselhos de segurança relativamente à entrada em circulação no dia de hoje, 4 de abril, da nova nota de 50 euros, da série “Europa”.

Desde o ano de 2011, ano que que foi realizada a primeira edição da Operação Censos Sénior, que têm sido sinalizados cada vez mais idosos a viverem sozinhos e/ou isolados ou em situações de vulnerabilidade. Estes dados não refletem um aumento do número de idosos a viverem nestas situações, mas sim o facto dos censos sénior se constituírem como uma base de dados geográfica cada vez mais completa, potenciando assim um melhor apoio da GNR à nossa população idosa:

Na Operação “Censos Sénior 2017” foram sinalizados 45 516 idosos, dos quais:

·                  28 279 vivem sozinhos;

·                  5 124 vivem isolados;

·                  3 521 vivem sozinhos e isolados;

·                  8 592 não se enquadram nas situações anteriores, mas em situação de vulnerabilidade fruto de limitações físicas e/ou psicológicas.

 

As sinalizações distribuem-se geograficamente, do seguinte modo:

Distritos

Total

Sozinhos

Isolados

Sozinhos e Isolados

Outras Situações

 

Masculino

Feminino

Masculino

Feminino

Masculino

Feminino

Masculino

Feminino

Masculino

Feminino

 

Aveiro

379

941

236

693

27

42

34

64

82

142

 

Beja

1 430

2 416

522

1 572

427

350

159

182

322

312

 

Braga

1 121

2 303

565

1 486

89

165

70

156

397

496

 

Bragança

948

2 284

667

1 917

10

20

9

17

262

330

 

Castelo Branco

823

1 587

407

1 257

187

81

90

147

139

102

 

Coimbra

484

1 037

350

809

71

82

35

115

28

31

 

Évora

1 136

1 857

463

1 212

451

383

150

230

72

32

 

Faro

1 370

1 664

250

499

504

484

167

295

449

386

 

Guarda

1 032

2 900

711

2 486

225

227

92

174

4

13

 

Leiria

405

1 002

277

753

22

61

38

124

68

64

 

Lisboa

313

809

145

558

17

30

9

38

142

183

 

Portalegre

1 004

2 168

615

1 902

224

77

76

95

89

94

 

Porto

397

790

188

561

29

15

20

13

160

201

 

Santarém

651

1 545

406

1 236

153

118

58

157

34

34

 

Setúbal

862

879

168

391

148

81

63

94

483

313

 

Viana de Castelo

357

865

121

471

30

32

25

138

181

224

 

Vila Real

1 390

2 437

421

1 288

52

50

94

169

823

930

 

Viseu

1 242

2 688

624

2 052

74

86

38

86

506

464

 

Total

15 344

30 172

7 136

21 143

2 740

2 384

1 227

2 294

4 241

4 351

 

                       
                                   

 

As situações de maior vulnerabilidade foram reportadas às entidades competentes, sobretudo de apoio social, no sentido de fazer o seu acompanhamento futuro.

A GNR continuará, ao longo do ano, a acompanhar os idosos sinalizados, através de visitas regulares às suas residências, no sentido de realizar mais ações de sensibilização e fazer uma avaliação da sua segurança.



Data de Inserção: 04-04-2017




sosGNR
Guarda Nacional Republicana

   e-Serviços

.  Acidentes Rodoviários

.  Perdidos e Achados

.  Queixa Electrónica

.  Ciber-challenge

.  Segurança Privada


   SOS Emergência

       Linha 112

   SOS Ambiente

       800 200 520

   SOS Trânsito

       800 201 855

   SMS Segurança

       96 101 02 00