GNR

Fundo Florestal Permanente




Na prossecução das suas atribuições legais no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta Contra Incêndios (SDFCI), a GNR realizou, em 2019, 53.991 patrulhas, percorrendo 3. 549 436 quilómetros ao longo de 313 369 horas, promoveu 6. 220 ações de sensibilização a um universo de 122.258 pessoas, sinalizou 31.582 de infração, cumpriu 4863 missões helitransportadas e 488 missões em ataque ampliado. No decurso da Operação Floresta Segura, a Guarda registou 10.927 incêndios rurais e 207 queimadas, que deflagraram na sua maioria em área florestal, dos quais procedeu à validação de 9.754 ocorrências (89 %) e investigação de 9.529 (87%).

As competências da GNR estendem-se ainda à coordenação das ações de prevenção relativas à vertente da vigilância, deteção e fiscalização, onde se insere a Rede Nacional dos Postos de Vigia (RNPV), que assegura a deteção fixa das ocorrências de incêndios bem como garante a confirmação de localização dos mesmos a fim de um célere despacho de meios, em todo o território do continente.

Foram contratados um total de 908 cidadãos, por norma oriundos das comunidades locais, para exercerem as funções de Operadores, nos 229 Postos de Vigia ativos. Estes Postos de Vigia estiveram em funcionamento 24h/dia, durante os períodos compreendidos entre 07 de maio a 06 de novembro (72 da rede primária) e 01 de julho a 15 de outubro (157 da rede secundária). A RNPV, cujo funcionamento assenta na sinergia destes operadores com o militares que constituem as Equipas de Manutenção e Exploração de Informação Florestal em funcionamento em todos os Comandos Distritais de Operações de Socorro da Autoridade de Emergência e Proteção Civil, efetuou 2956 alertas de incêndios que reportaram (e que correspondem a 27% das ignições nacionais), contribuindo de uma forma eficiente e abnegada para o esforço coletivo que permitiu não só dissuadir comportamentos de risco, mas também melhorar a rapidez de ativação dos meios de combate dos incêndios florestais e assim, diminuir as consequências sobre as pessoas, animais e as florestas.

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P. (ICNF) é a autoridade nacional para a conservação da natureza e biodiversidade, e a autoridade florestal nacional, sendo também um dos pilares do SDFCI e parceiro da GNR que, como gestor do Fundo Florestal Permanente, apoia a Guarda no suporte e manutenção da RNPV.

sosGNR
Guarda Nacional Republicana

   e-Serviços

.  Acidentes Rodoviários

.  Perdidos e Achados

.  Queixa Electrónica

.  Ciber-challenge

.  Segurança Privada


   SOS Emergência

       Linha 112

   SOS Ambiente

       808 200 520

   SOS Trânsito

       808 201 855

   SMS Segurança

       96 101 02 00